Índice

Próxima Semana

  

Entenda Quando
Começa a Gravidez

Existem controvérsias entre os obstetras e os embriologistas quanto aos termos utilizados para indicar a duração da gravidez e a idade gestacional.

A idade gestacional é calculada pelos obstetras, baseada no primeiro dia da última menstruação, ou seja, cerca de duas semanas antes da ovulação e fecundação ou quase três semanas antes da nidação de ovo. Para os embriologistas, o cálculo da idade gestacional baseia-se no momento da ovulação ou fecundação, realizando a contagem da idade gestacional em dias ou semanas, como os obstetras.

Portranto, se você se basear pelo Obstera, esta primeira semana, deverá corresponder ao primeiro dia de sua última menstruação.

Independente das discordâncias entre embriologistas e obstetras, os termos adotados para designar os diferentes estágios de desenvolvimento do concepto são:

  • Ovo - durante as duas primeiras semanas, após a ovulação, o produto da concepção é, geralmente, denominado ovo, ou seja, o óvulo fecundado.

  • Embrião - este período começa no início da terceira semana após a ovulação ou da quinta semana após o primeiro dia da última menstruação, e coincide com a data esperada para a próxima menstruação. Nessa fase, o disco embrionário está bem definido e o saco coriônico mede 1 cm de diâmetro. No fim da quarta semana após a ovulação, o saco coriônico mede de 2 a 3 cm de diâmetro e o embrião tem 4 a 5 mm de comprimento. O coração e o pericárdio estão muito proeminentes pela dilatação das câmaras cardíacas. Os brotos dos braços e das pernas estão presentes. Aproximadamente seis semanas após a ovulação ou oito semanas após o primeiro dia da última menstruação, o embrião mede 22-24mm e a sua cabeça é, nitidamente, mais volumosa que o tronco e corresponde à metade do seu comprimento total. Existem dedos (pés) e artelhos (mãos).

  • Feto - a partir da oitava semana após a ovulação ou da 10a. semana após a última menstruação, inicia-se o período fetal. A partir daí, poucas estruturas novas importantes são formadas. O crescimento e a maturação das estruturas formadas durante o período embrionário ocorrem nesta fase. No fim da 12a. semana após a última menstruação ou 10 semanas após a ovulação, o comprimento cabeça-nádega é de 6 a 7 cm. Surgem centros de ossificação na maioria dos ossos, há diferenciação dos dedos e artelhos (que estavam grudados uns aos outros), surgem pêlos e começa a definição sexual.

--- 

Duração da Gravidez

A duração média da gravidez, calculada a partir do primeiro dia da última menstruação, é geralmente de 280 dias, 40 semanas ou dez meses lunares.

É hábito calcular-se a data provável do parto através da regra de Naegele, adicionando-se sete dias a data do primeiro dia da última menstruação e subtraindo-se três meses. Exemplo: 

Data da última menstruação: 
18 de dezembro de 1.999

18 + 7 dias = 25

Dezembro, menos três meses = Setembro

Data provável do parto = 25 de Setembro de 2.000

Calculada desta forma, a gravidez se iniciaria duas semanas antes da ovulação, o que não é verdade. O momento do início do último período menstrual assumiu importância clínica, para determinar a idade fetal, apenas porque é, geralmente, conhecido com exatidão.

A idade gestacional, calculada a partir do primeiro dia da última menstruação, entretanto, contém imprecisões, mesmo na melhor das circunstâncias devido a vários fatores que podem variar de mulher para mulher.

A ultra-sonografia possibilitou melhor avaliação da idade gestacional, além do melhor conhecimento das estruturas e do desenvolvimento fetais.

A data da última menstruação é também utilizada para as seguintes definições:

  • Gestação de termo: é aquela compreendida entre 37 semanas completas e 42 semanas incompletas, a partir do primeiro dia da última menstruação.

  • Gestação pré-termo: gestação com duração inferior a 37 semanas completas, a partir do primeiro dia da última menstruação.

  • Gestação pós-termo: aquela com duração igual ou superior a 42 semanas completas, a partir do primeiro dia da última menstruação.

Fonte: Obstetrícia Básica - Bussâmara Neme - Sarvier, 1994

topo
---

Como Saber Se Você Está Preparada Para Ser Mãe.

Para a maioria das mulheres, engravidar é um desejo latente que sempre esteve presente e que se revela como uma das forças vitais mais poderosas.

Para outras, no entanto, a gestação é o resultado de uma cobrança da sociedade, ou um descuido na hora da prevenção(e mesmo gostando de crianças, você pode não se sentir pronta para encarar esta responsabilidade).

Nestes casos, se for seu primeiro filho, você pode até ter dúvidas quanto ao seu instinto maternal. Talvez você não goste muito de crianças, ou tem uma família pequena e não teve a oportunidade de conviver com bebês e desta forma não teve a chance de desenvolver seu afeto e sua autoconfiança para cuidar e amar uma criança.

Pode ser também que você esteja muito envolvida em crescer profissionalmente e não consiga encontrar espaço para mais nada nem ninguém neste momento de sua vida.

Independentemente de qual seja o seu caso, o ideal é que sua gravidez seja programada com amor, que você realmente só dê este passo ao ter absoluta certeza de que é isso o que deseja e que está pronta para aprender a conhecer seu bebê sem medos, pois ele com certeza saberá fazer com que você o ame intensamente e lhe ensinará a ser uma boa mãe. Tudo que você tem que fazer é abrir seu coração e se preparar física e emocionalmente para este grande acontecimento que mudará sua vida e seus valores para sempre e lhe trará muitas realizações.

Se, após refletir, você optar por engravidar, é bom ter certeza que você está saudável e observar alguns cuidados.

Se você toma algum anticoncepcional, convém que você converse com seu médico para que ele a oriente sobre o tempo que você deve ficar sem usar nada antes de engravidar. Além disso, é provável que ele lhe peça alguns exames para garantir que você esteja protegida contra algumas doenças como a Rubéola e a Toxoplasmose.

Para a Rubéola, existe vacina disponível. No caso da Toxoplasmose, você terá que tomar mais cuidado caso não tenha tido a doença. Evite o contato com animais e a manipulação com carnes cruas. Além disso, deverá realizar periodicamente com exames de sangue, para detectar uma possível contaminação.

Outro fator importantíssimo refere-se a uma boa alimentação para evitar deficiência de ácido fólico e anemias. Tenha uma dieta adequada e mantenha um peso equilibrado. Faça exercícios que melhorem sua circulação.

Não esqueça de tratar os dentes e eventuais doenças cardíacas e ginecológicas.

Drogas, cigarro e álcool nem pensar.

Medicamentos só com prescrição e acompanhamento do Obstetra.

Essas precauções evitam de certa forma, problemas de malformação fetal. Há vários exames capazes de detectar malformações no feto. Veja mais sobre este assunto em EXAMES.

topo
---


Leia mais ...

Como saber se você está preparada para ser mãe.

Sintomas e sinais da Gravidez

Saúde:
Quais vacinas você pode, deve ou não deve tomar.

Saúde:
O seu novo
dia-a-dia

Saúde:
Cuidados importantes para o desenvolvimento do bebê e 
sinais de alerta 

Anuncie
Aqui!


 


 
 Esta Semana
 Compras
 Exames
 Saúde
 Dieta
 Exercícios
 Parto
 Sexo
 Testes
 Clínicas
 Horóscopo
 Nomes
 Home Page
 e-mail

 

[HOME] [E-MAIL] [SEMANA A SEMANA] [MÉDICOS&CLÍNICAS] [SEXO] [DIETA] [PARTO] [EXAMES] [SAÚDE]
[ENXOVAL] [EXERCÍCIOS] [HORÓSCOPO] [NOMES] [TESTES]

copyright©2001 by CompuClass Informática Ltda