Semana Anterior

Próxima Semana

    

Você deverá estar ovulando no final da segunda semana, e a fecundação deverá acontecer a qualquer momento durante este período.

Para saber quando realmente começa sua
gestação, clique aqui.

---

Fecundação: Como Ocorre

Óvulo: na metade do ciclo menstrual o óvulo é lançado pelo ovário para a trompa.

Espermatozóides: no momento do orgasmo masculino, o sêmen (que contém vários milhões de espermatozóides), é depositado no fundo da vagina. desses milhões, apenas algumas centenas conseguem chegar à extremidade externa da trompa, alguns minutos depois. Atingindo essa região, esses espermatozóides liberam enzimas que permitem dissolver a membrana externa do óvulo e penetrar neste.

Sobrevivente solitário de um exército de muitos milhões, o espermatozóide que fecunda o óvulo é altamente selecionado. Após a fecundação, a membrana externa do óvulo sofre uma transformação que impede a passagem de outros espermatozóides.

O momento da fecundação é muito preciso, pois o óvulo tem uma vida média de apenas 24 horas a partir de sua liberação pelo ovário. Os espermatozóides também não vivem muito mais do que isso após a ejaculação.

A gestação se inicia no momento em que o espermatozóide penetra no óvulo e seus núcleos se fundem. A célula-ovo é o óvulo fecundado, que começa a se desenvolver imediatamente.

Durante os primeiros cinco dias, nas fases iniciais de desenvolvimento, a célula-ovo desce pela trompa em direção ao útero. Nesse período, o útero vai começar a se preparar para receber a célula fecundada, tornando-se mais espesso.

Para que a implantação do ovo possa ocorrer, novas enzimas são postas em ação, permitindo que a célula-ovo penetre profundamente no revestimento uterino. Inicia-se a formação da placenta.

A placenta é um órgão vital, que alimenta o bebê durante toda sua vida uterina. A implantação do ovo termina cerca de oito dias depois da fecundação.

Nas próximas doze semanas, o ovo crescerá até encher a cavidade uterina. Conforme ele vai crescendo, o útero também aumenta de tamanho devido aos hormônios secretados pelo próprio ovo e pelos ovários maternos.

O primeiro trimestre gestacional é marcado pelo rápido desenvolvimento do feto e maior risco de aborto. Ao final de doze semanas, o embrião terá se transformado em feto com cordão umbilical e placenta.

topo 
---

Ações de Prevenção
de Deficiências


Antes do Casamento ou Antes de Engravidar:

  • Vacine-se contra Rubéola (na gravidez ela afeta o bebê em formação, causando má formação, como cegueira, deficiência auditiva, etc.);

  • Procure um serviço de aconselhamento genético (quando houver casos de deficiência na família principalmente);

  • Evite casamentos entre parentes;

  • Faça exames de sangue para detectar sífilis e toxoplasmose. Essas doenças podem causar deficiências severas;

  • Faça exames de sangue para verificar o tipo sangüíneo e o fator Rh.

---

A Dieta das Futuras Mães

A dieta de uma mulher nos primeiros dias de gravidez pode ter grande impacto na saúde do bebê. Em artigo publicado na revista New Scientist, pesquisadores da Universidade de Southampton, na Inglaterra, afirmam que a qualidade da alimentação da grávida pode determinar se a criança sofrerá males como diabetes, hipertensão e derrame na vida adulta. O embrião programa seu ritmo de desenvolvimento de acordo com o ambiente. Se a mãe está mal nutrida, ele crescerá mais lentamente e poderá ter peso abaixo da média ao nascer. Segundo os cientistas, aparentemente a programação do embrião ocorre nos quatro ou cinco dias após a fertilização, tornando esse período ainda mais importante para observação da dieta.

Fonte: Revista Veja – 11/10/00

---

Fertilidade em baixa

Estudo inédito sobre a ovulação feminina, com base em dados colhidos no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, comprovou que até 20% dos casos de infertilidade podem estar associados ao stress crônico vivido pelas pacientes em decorrência de atividades profissionais ou físicas. De acordo com um dos integrantes da equipe de pesquisa, o médico Marcos Moura, o trabalho começou há cinco anos e analisou, entre outros fatores, a relação entre os níveis do hormônio prolactina e o stress. Segundo ele, os efeitos do stress são reversíveis com a mudança dos hábitos de vida.

Fonte: Revista Veja – 01/11/00

---

Fumaça no caminho
da maternidade

À lista de danos causados pelo fumo, os pesquisadores ingleses da Universidade de Bristol acabam de acrescentar mais um: dificultar a maternidade. Eles estudaram o histórico pessoal de mais de 14.000 mulheres grávidas do país. Descobriram que as fumantes tinham 23% menos chance de engravidar num período de seis meses e 54% menos no espaço de um ano. O “fumo passivo” também afeta a fertilidade.

Fonte: Revista Veja – 18/10/00

topo


Leia mais ...

Saúde:
As primeiras mudanças no
seu corpo

Exercícios:
Preparando o corpo para a gravidez

Resultado Posistivo:
O início de tudo.

Saúde:
Ações de prevenção de deficiências

Dieta:
A dieta das futuras mães

Saúde:
A Fertilidade
em baixa

Saúde:
Fumaça no caminho da maternidade

Propaganda

Propaganda 

Propaganda
 


 

 

[HOME] [E-MAIL] [SEMANA A SEMANA] [MÉDICOS&CLÍNICAS] [SEXO] [DIETA] [PARTO] [EXAMES] [SAÚDE]
[ENXOVAL] [EXERCÍCIOS] [HORÓSCOPO] [NOMES] [TESTES]

copyright©2000 by CompuClass Informática Ltda