Semana Anterior

Próxima Semana

  

DESENVOLVIMENTO FETAL: Um bebê pronto para nascer pesa de 2,9 a 5 kg. Na 38a. semana, há maior volume de líquido amniótico ao redor do bebê do que em qualquer outro estágio da gravidez.

A cabeça do bebê não é toda composta de um osso resistente. Há espaços membranosos – as moleiras ou fontanelas – entre os ossos do crânio. Conforme o bebê desliza pelo canal vaginal,  elas podem se fechar, moldando a cabeça para sua trajetória. Quando o queixo do bebê está bem encolhido, a cabeça passa pela curva do canal vaginal com facilidade.

---

O Cérebro do Bebê

Embora a organização do cérebro seja programada geneticamente, seu funcionamento depende das sinapses, que se estabelecem com o auxílio de substâncias químicas chamadas neurotransmissores. As emoções vivenciadas por você e pelo bebê durante a gestação influenciam a produção desses neurotransmissores, com conseqüências futuras sobre o comportamento.

---

Está chegando a hora

O período pré-natal pode terminar a qualquer momento depois das 38 semanas.

Sua mala e a do bebê devem estar prontas com todos os objetos e roupas que serão utilizados no hospital. Já tenha em mãos também, o pedido do médico para internação e todos os documentos necessários.

---

"Seu passado estará sempre vindo à sua
lembrança e isso ajudará a moldar seu 
comportamento como mãe."

---

As cólicas do bebê

Não sendo fome, frio ou calor, podemos estar diante de alguma dor e nos três primeiros meses é bem provável se tratar de cólicas.
Elas se caracterizam por uma certa periodicidade e por aparecer em determinadas horas do dia, especialmente a partir do fim da tarde, quando a temperatura começa a cair.
Seu aparecimento pode estar ligado a ansiedade e insegurança dos pais, ou a uma rotina confusa e um ambiente agitado.
Coloque o bebê de bruços, aquecendo seu abdome. Faça massagens suaves, depois de ter aquecido suas mãos. A fim de que elas possam deslizar melhor sobre o corpinho do bebê, passe óleo de amêndoas nas mesmas. Comprima as perninhas do bebê lentamente sobre o abdome e então estique-as novamente, várias vezes. Esse exercício pode ajudar na eliminação de gases, diminuindo as cólicas.
As cólicas podem piorar com a oferta de mamada, embora o bebê possa procurar o seio em momentos de dor. Ao contrário do que muitas pessoas possam lhe “recomendar”, o uso de chás não irá melhorar as cólicas de seu bebê. Pelo contrário, ele pode se engasgar e engolir mais ar, piorando a situação.
O uso de medicamentos, deve ficar a critério do pediatra.

---

Fique preocupada quando ...

Caso seu bebê apresente uma das situações abaixo, entre em contato com o seu pediatra:

  • Irritabilidade de causa desconhecida;

  • Temperatura superior a 37,5o C;

  • Vômitos;

  • Diarréia;

  • Menos de seis fraldas molhadas por dia;

  • Desinteresse pela alimentação;

Soluços e espirros são manifestações normais e não precisam de maiores cuidados.

---

Cuidados com o bebê

Banho: Higiene significa saúde. O banho diário é indispensável, pois proporciona conforto e assegura que a pele do bebê, que é muito delicada e vulnerável, esteja sempre limpa.
Não é recomendável dar o banho após as mamadas, mas pode ser dado a qualquer hora do dia o da noite, principalmente nos dias quentes. No inverno, convém dar o banho nas horas mais quentes do dia. Geralmente, os bebês relaxam após o banho.
Este é um momento que proporciona um enorme prazer ao bebê, portanto procure massageá-lo e curtir também esse momento.
Antes de iniciar o banho, procure deixar tudo preparado para facilitar, separando todo o material necessário para o banho, inclusive as roupas limpas do bebê.
O ambiente deve ter uma temperatura agradável, sem correntes de ar. Aqueça-o quando estiver frio. A banheirnha deve ser previamente lavada e desinfetada.
Retire suas jóias e mantenha as unhas curtas. Lave as mãos antes de começar o banho.
Nunca deixe o bebê sozinho na banheira ou trocador. Uma criança pequena pode afogar-se em poucos centímetros de água.
A quantidade de água deve ser suficiente para que o bebê flutue e sua temperatura deve estar ao redor de 37 graus. Pouca quantidade não é gostoso para o bebê além de esfriar rapidamente. Você pode verificar a temperatura da água com o ante braço antes de coloca-lo na água e nunca acrescente água quente ou fria quando o bebê já estiver na banheira.
A água deve ser fervida enquanto o coto umbilical não cair.
Se a cabeça do bebê tiver crostas, passe óleo de amêndoas. Espere alguns minutos e retire-as com um pente. Lave o rosto do bebê com o auxílio de algodão umedecido começando pelos olhos.
Com algodão umedecido, limpe as bordas das narina e as orelhas, sem introduzir a hastes nos orifícios dos mesmos.
Segure o bebê com uma das mãos, protegendo os ouvidos com os dedos polegar e anular. Umedeça a cabeça do bebê com sabão neutro, ensaboando delicadamente. Enxágüe e seque.
Coloque o bebê na banheira, delicadamente, segurando-o pelas axilas e mantendo-o apoiado no seu braço. Lave todo o corpo do bebê, sem esquecer das dobrinhas do pescoço, coxas, axilas e genitais.
Para enxuga-lo, use uma toalha fralda que é mais absorvente do que uma toalha felpuda, tendo o cuidado de secar bem todas as dobrinhas.

Coto Umbilical: Utilize um cotonete umedecido em álcool a 70%, aplicando-o na base do coto.
Não use faixa ou qualquer outro material sobre o coto.
A queda do coto ocorrerá em torno do 10o. dia.

Troca de Fraldas: Remova os resíduos de urina e fezes usando várias bolas de algodão embebido em água morna, sempre de cima para baixo. A limpeza correta dos genitais previne assaduras. Faça trocas de fraldas após a amamentação, pois em geral os bebês evacuam após as mamadas. A freqüência de evacuação é variável.

Sono e Repouso: Um recém-nascido dorme, em média, 16 horas por dia. Alguns bebês, entretanto, podem dormir entre 12 a 20 horas.
Em geral, dormem de 2 a 4 horas de cada vez e é normal que os bebês acordem durante 1, 2 ou 3 vezes à noite. No período diurno, não é necessário escurecer totalmente o quarto, tornando mais fácil sua adaptação ao padrão dia-noite.

Lembrete: Ao manipular o bebê, lave bem as mãos, não fume, mantenha o tom de voz baixo e as flores fora do quarto.

Esquema Alimentar: Não existe nada mais adequado para alimentar um bebê do que o leite materno.
A criança amamentada ao seio não necessita de qualquer complementação alimentar. O ideal é oferecer o leite materno até o quarto ou sexto mês como alimento exclusivo, isto é, sem água, suco, chá, sopa, papa, etc.
Durante as primeiras mamadas, organismo da mãe produz o que chamamos de colostro, líquido espesso importantíssimo para proteção contra infecções e alergias alimentares. O colostro precede à descida do leite propriamente dito, que também transmite importantes defesas imunológicas.
A digestão do leite materno é muito mais fácil e rápida quando comparada ao leite artificial, o que promove total aproveitamento dos nutrientes pelo organismo do bebê.
O contato com o corpo materno durante o aleitamento é fundamental para o desenvolvimento afetivo-emocional do bebê. Garanta aconchego, pele com pele, mesmo se você estiver fazendo uso do aleitamento artificial.

Banho de Sol: O banho de sol é fundamental para a saúde do bebê. Durante o banho de sol proteja o bebê do vento e verifique se a temperatura está agradável. O bebê deve ser exposto ao sol sempre que possível por 5 a 10 minutos entre 8 e 10 horas da manhã.

Brinquedos: Antes de comprar qualquer brinquedo, verifique se ele é seguro. O ideal é ter o selo do Inmetro ou atestado de qualidade do país de origem.
Em geral, brinquedos europeus e americanos têm boa qualidade. No caso de jogos e carrinhos de madeira, preste atenção no acabamento e se a tinta usada é atóxica. Quando se tratar de bicho de pelúcia e bonecos de pano, certifique-se que os olhos e o nariz estão superfixos, e se o botão da roupinha sta bem preso. Evite bonecos com enchimento de poliuretano expandido (isopor), pois há o risco da criança engoliras bolinhas.
Deve-se dar preferência aos brinquedos emborracha- dos, que devem ser lavados periodicamente. Os de pelúcia devem ser lavados e colocados ao sol com freqüência, pois acumulam pó, ácaros e fungos.

---

Mais três bons
motivos para amamentar 

 - Amamentar acalma e dá segurança ao bebê.
 - Amamentar ajuda na contração do útero,
 fazendo com que ele volte mais rapidamente
ao seu tamanho normal.

 - Amamentar ajuda a emagrecer.

topo


Leia mais...

Está chegando
a hora

O cérebro
do bebê

As Cólicas
do Bebê

Mais três bons motivos para amamamentar

E o Futuro
do Seu
Bebê?

Comece desde
já a planejá-lo!

Cuidados
com o Bebê

Fique preocupada
quando seu bebê...


 

 

[HOME] [E-MAIL] [SEMANA A SEMANA] [MÉDICOS&CLÍNICAS] [SEXO] [DIETA] [PARTO] [EXAMES] [SAÚDE]
[ENXOVAL] [EXERCÍCIOS] [HORÓSCOPO] [NOMES] [TESTES]

copyright©2000 by CompuClass Informática Ltda